fbpx
Dermatologista Gustavo Saczk lista 10 coisas importantes que todos precisam saber sobre o Melasma, como evitá-lo e tratamentos
15 jan, 2020
XX Encontro Paulista de Farmacêuticos
15 jan, 2020

Máscaras em folhas: a conquista do consumidor

mf821-05789010

A moda de usar máscaras chegou ao Ocidente junto com o conceito de rotinas de beleza. E, depois, fez sucesso entre coreanas, chinesas e japonesas. Primeiro, as máscaras de rosto conquistaram a população 50+ em busca de produtos antienvelhecimento. Agora, no entanto, jovens influencers, millenials e até mesmo representantes da geração Z estão fissurados nas máscaras.

Todo esse interesse é corroborado pelo relatório da pesquisa Persistence Market Research, que prevê um faturamento com máscaras próximo de US$ 10,5 bilhões até o final de 2026. É importante entender quais são os diferenciais desse cosmético e como vendê-lo da melhor forma possível, a fim de garantir para sua farmácia uma parte desse faturamento.

A máscara em folha com recorte no formato de rosto é a preferida dos consumidores. Parte dessa preferência se dá pela divulgação em inúmeros stories do Instagram, em que influencers de todas as tribos aparecem fazendo performances, enquanto imitam fantasmas com lenços úmidos sobre o rosto. As máscaras coreanas foram e são as que mais inovam em ingredientes exóticos. Entre esses elementos, destaca-se o Germânio.

Germânio: da medicina para as rotinas de beleza

Um dos ativos mais promissores que surgiram na indústria de beleza recentemente, o Germânio vem da Ásia, o
berço da K-Beauty (beleza coreana), da J-Beauty (beleza do Japão) e da C-Beauty (beleza chinesa).

O uso do Germânio como ativo em cosméticos teve inspiração no seu uso na medicina, ativando a função celular e em tratamentos para melhorar a circulação sanguínea, prevenir demência, suprimir a proliferação do câncer, prevenir pressão alta e regenerar a pele.

Pesquisadores já determinaram sua eficácia nos tratamentos de artrite, diabete, neoplasias e danos neurológicos. Mas é em tratamentos para aumentar a imunidade, inclusive de pessoas idosas, que ele se mostra mais promissor,
estimulando as defesas do organismo, ativando a produção e a atividade dos linfócitos. Também melhora a ação de
gamma-interferon e macrófagos. Parte do diferencial químico reside em sua propriedade metaloide: comporta-
se tanto como metal quanto como não-metal. Semicondutor, age eletricamente (e contraditoriamente) como metal e isolante. Isso faz com que seja muito usado na produção de fibras ópticas, de equipamentos para visão noturna,
em transistores e equipamentos eletrônicos.

Em seu estado bruto, o germânio é cristalino, de cor prateada e brilhante, porém frágil – quebra facilmente. O arranjo de seus átomos é similar ao do diamante. Por ter 32 prótons e 32 elétrons, é conhecido como GE32.

Germânio em Cosméticos

No Brasil, o Germânio como ativo de beleza é usado, com exclusividade, pela GE32 (http://ge32.com.br). A empresa
traz, diretamente da Coreia, cosméticos dermatologicamente testados e produzidos com esse elemento químico que por tantos anos passou despercebido da indústria.

Os produtos da GE32 têm Extrato de Germânio combinado com Saccharomyces, uma levedura que equilibra a microbiota da pele: as bactérias boas e más que habitam naturalmente sua superfície.
Além de estar em linha com o que há de mais moderno em Probióticos, os produtos da GE32 também
estão alinhados com a beleza natural. Não são testados em animais e não contêm glúten, parabenos e sulfatos.

SABONETE GE32: formulado com Germânio, sal de bambu, óleo de oliva e de jojoba, ácido hialurônico e vitamina E, tem ação esfoliante e bactericida. Pode ser usado em todos os tipos de pele, especialmente as sensíveis e/ou com acne, removendo impurezas sem causar irritação. Também hidrata e tem efeito antioxidante.

MÁSCARA GE32: pode ser usada por mulheres e homens de todas as idades. A embalagem com cinco máscaras permite fazer um tratamento mais profundo, com o uso de uma máscara a cada par de dias. Após o uso da caixa,
os efeitos são bem visíveis: pele poderosamente hidratada, mais Germânio em Cosméticos No Brasil, o Germânio como ativo de beleza é usado, com exclusividade, pela GE32 (http://ge32.com.br). A empresa traz, diretamente da Coreia, cosméticos dermatologicamente testados e produzidos com esse elemento químico que por tantos anos passou despercebido da indústria.
Os produtos da GE32 têm Extrato de Germânio combinado com Saccharomyces, uma levedura que equilibra a microbiota da pele: as bactérias boas e más que habitam naturalmente sua superfície.
Além de estar em linha com o que há de mais moderno em Probióticos, os produtos da GE32 também estão alinhados com a beleza natural.
Não são testados em animais e não contêm glúten, parabenos e sulfatos.