fbpx
Incidência de Burnout pode crescer no pós-pandemia
04 ago, 2020
Dia Nacional de Combate ao Colesterol: é hora de cuidar da saúde
07 ago, 2020

Dia 5 de agosto – Dia Nacional da Farmácia

Nesta data, a ABCFARMA se associa às 80 mil farmácias e drogarias do país para celebrar o Dia Nacional da Farmácia – segmento essencial na vida dos brasileiros, que não fechou as portas um único dia durante a pandemia do coronavírus.

As atividades relacionadas à farmácia tiveram origem por volta do século 10, com as chamadas boticas ou apotecas – e remédios feitos a mão. Nesse período, a medicina e a farmácia eram uma só profissão. Era função do boticário conhecer e curar as doenças, mas ele deveria cumprir uma série de requisitos e ter local e equipamentos apropriados para a preparação e armazenamento dos medicamentos.

Com a propagação da lepra, Luís XIV, rei da França, amplia o número de farmácias hospitalares. E em 1777, Luís XV determina a substituição do termo apoticário por farmacêutico. No século 18, a profissão farmacêutica se separa da medicina e fica proibido ser médico e proprietário de botica. Mais adiante, em 1813, foi publicado o primeiro tratado de toxicologia, dando início à moderna farmacologia.

Com o tempo, as boticas deram origem a dois novos tipos de estabelecimentos, a farmácia e o laboratório industrial farmacêutico. A partir de 1950, a sociedade passa a dispor dos serviços das farmácias e da qualificação do farmacêutico.

A ciência da Farmácia tem como objetivo o desenvolvimento e produção de medicamentos que aliviam dores e salvam vidas. Por isso, elas são a porta da Saúde no Brasil. E merecem nossos parabéns!